gamification engaja clientes e colaboradores

Como engajar colaboradores com a gamificação

Muitas pessoas ficam confusas com o termo “gamification” (às vezes traduzido para gamificação aqui no Brasil). A palavra “jogo” pode ser considerada um tanto inapropriada neste caso, pois muitos associam gamificação com jogo de videogame (longas horas em um quarto escuro).

Gamification, no entanto, é bastante diferente e um pouco mais científico: É a prática de sintetizar as mecânicas de jogos, com o objetivo de estimular o engajamento do usuário sobre seu desinteresse.

O apelo de Gamification deriva de memórias e habilidades que muitas pessoas aprenderam a partir de jogos. As mesmas motivações fundamentais como, as escolhas, engajamento e recompensas compõem sofisticadas aplicações de gamification, na atualidade. Por exemplos: vendedores podem ganhar recompensas quando atingem determinadas metas, e competir um com o outro para atingir essas recompensas.

Reconhecimento e o senso de competição são fortes motivadores, e a gamificação funciona por abordar estes fatores e manter os times de vendas engajados.

Gamification vai se tornar global

Em alguns setores, a gamificação começou substituindo técnicas de marketing e educacionais que demandavam muito tempo, perdendo eficácia em áreas como o desempenho organizacional, mudança social, relacionamentos de marca e desenvolvimento de talentos.

De acordo com especialistas da área, estima-se que o mercado de gamificação será uma indústria maciça e alcançou 2,8 bilhões de dólares em 2016.

O movimento é global. Recentemente, a Índia estabeleceu sua divisão de e-Governance Nacional (NeGD), convidando a mídia digital e agências de gamification para ajudar a transformar esse país em uma “fortalecida digitalmente e rica em capital intelectual.” E os grupos de eventos sociais estão crescendo cada vez mais: o evento holandês “Gamification World Meetup Netherlands” possui mais de 250 membros com o interesse de trabalhar com gamification ou procurar implementá-lo dentro de suas organizações.

O Gartner Group projetou que  50% de inovação empresarial seria “gamificada”. Todo esse interesse está acontecendo porque o conceito tem sido comprovado em motivar os funcionários e clientes. A SAP, por exemplo, está usando gamification para mudar a maneira como se envolve com seus 282.000 clientes.

“Gamification no ambiente de trabalho é sobre como fazer as atividades diárias do trabalho das pessoas melhor e como tornar a vida das pessoas melhor no ambiente de trabalho”, afirma Gabe Zichermann, especialista do setor e presidente da Gamification Summit.

Sweet spot de Gamification

A gamificação também está sendo usada no ambiente de trabalho das organizações para ajudar no treinamento, feedback, processos mais envolventes e melhorar a qualidade e eficiência do trabalho. Ao mesmo tempo, ela está transformando a produtividade em algo muito mais divertido.

O Advanced Learning Institute identificou oito maneiras que as organizações estão usando gamification:

  1. Aumentar o engajamento dos funcionários:  Usando a tecnologia de gamification para envolver ainda mais os funcionários em suas tarefas diárias.
  2. Melhorar o clima:  Programas que trazem diversão produtiva no local de trabalho.
  3. Novos talentos e colaboradores atuais: Criação de uma força de trabalho mais entusiasmada e altamente engajada, aumentando as taxas de produtividade e retenção em longo prazo.
  4. Construir a fidelidade à marca:  fazer os funcionários se sentirem que são parte de algo importante se tornando embaixadores da marca.
  5. Criar programas de treinamento: Gamificar o processo de treinamento para voltar a envolver e re-energizar o processo de aprendizagem.
  6. Aumentar a competição (saudável) no local de trabalho:  Ser um catalisador para a criação de uma concorrência saudável para uma maior produtividade.
  7. Promover e influenciar comportamentos desejados entre os funcionários
  8. Melhorar a colaboração dos funcionários:  Adotar o uso das ferramentas, tanto para clientes e funcionários.

Para todos os níveis empresa, o gamification eficaz integra softwares de engajamento em ferramentas e processos existentes. “Nós esperamos ver mais empresas que adotam tecnologias que integram gamification com plataformas como Salesforce, pois isto proporciona incentivos e emprega as mesmas técnicas de jogo que designers usam para manter os seus jogadores interessados, a fim de alcançar o engajamento necessário para as equipes de vendas baterem suas metas”, diz Jonathan Gale, diretor executivo da NewVoiceMedia.

A indústria de gamification tornou-se um tema cada vez recorrente entre as personalidades que participam das principais conferências sobre o assunto, como a Dreamforce, o Summit Gamification e Gamification World Congress, que nos últimos anos têm sido veículos úteis para espalhar a palavra sobre as melhores práticas e novos produtos.

Resolvendo problemas de longa data de trabalho

O maior fator de adoção da gamificação para o negócio é como ele ajuda a resolver alguns problemas profundos de quem trabalha em escritório. As pessoas estão cada vez mais distraídas com dispositivos móveis e rede social, e, enquanto isso, o trabalho envolve atividades um tanto quanto tediosas. Jogar no smartphone ou socializar nas redes sociais é muito mais atraente do que muitas atividades, e a gamificação está sendo usado para transformar essa realidade.

“Um dos meus exemplos favoritos vem da Delta Airlines”, diz Zichermann. “Eles tinham um projeto chamado” Ready, Set, Jet ‘ na Delta, onde a Delta precisava encontrar uma maneira de dos colaboradores do call-center fazerem mais treinamentos, se aperfeiçoando e capacitando mais. “A campanha contou com mini-jogos da empresa, chamado de “Ready, Set, Jet”, e conseguiu fazer que os colaboradores da Delta fizessem 4 anos de treinamento em apenas um único ano”.

Com resultados como esse, eu não tenho nenhuma dúvida que vamos ler muito mais sobre gamification nos próximos anos.

Quer saber mais sobre sua empresa pode gamificar tarefas chatas e aumentar a produtividade e lucro? Conheça a Engage, a plataforma gamificada que transforma resultado em estratégia.

Veja como a Cosan Lubrificantes conseguiu engajar distribuidores e colabores com a plataforma Engage.

Texto adaptado do artigo: http://www.entrepreneur.com/article/250093